Finalmente aprovaram o projeto que regulamenta profissão de DESIGNER.

Muitos se apropriam dizendo que são DESIGNERS sem ao menos ter uma graduação! Agora SIM, ideias, criações, conceitos, projetos etc… realizados por DESIGNERS tem validade por uma questão ÉTICA.

“O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (30) o projeto que regulamenta a profissão de designer. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 24/2013, do ex-deputado Penna (PV-SP), determina que somente os titulares de curso superior, ou pessoas com experiência mínima de três anos até a data de publicação da lei, possam exercer a profissão de designer. O projeto agora segue para sanção presidencial.

Pela proposta, fica vedada a entrada no mercado de trabalho de pessoas sem a adequada qualificação para realizar atividades envolvendo desenhos industriais, pesquisa, magistério, consultoria e assessoria, conexas aos desenhos. Além disso, o fruto do trabalho do designer passa a ser protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei 9.610/1998).

Os diplomas de graduação que serão considerados válidos são os emitidos pelos cursos de Comunicação Visual, Desenho Industrial, Programação Visual, Projeto de Produto, Design Gráfico, Design Industrial, Design de Moda e Design de Produto, reconhecidos pelo Ministério da Educação. O projeto ainda prevê punição para a pessoa física ou jurídica que usar a denominação designer ou empresa de design sem cumprir os critérios estabelecidos na lei.”

fonte: http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2015/09/30/aprovado-projeto-que-regulamenta-profissao-de-designer

Ecofuroshiki Brasil agradece!

“No caminho da profissão …no final a verdadeira essência prevalece!”

Sofia Nanka Kamatani