Em 2009 ministrei uma palestra na Fundação Japão a respeito do furoshiki, nessa entrevista para o Superziper.

Hoje 2012, percebi tamanha a repercussão do furoshiki no Brasil, acredito que foi e ainda é uma tendência educativa e sustentável que foi lançado no mercado brasileiro.

Antes de 2008, a palavra furoshiki não era conhecida no Brasil e  hoje faz parte do vocabulário do brasileiro, porque o furoshiki se faz presente no cotidiano, adotado na forma de sacola, afinal as sacolas plásticas foram abolidas dos supermercados.Tá certo que a pronúncia não sai correta mas…. acredito que a essência está presente.

O que me deixa feliz é receber notícias lá do Nordeste de uma senhora que adotou a idéia do furoshiki e hoje ela tem uma renda para sobreviver!

O furoshiki tornou-se uma ferramenta de renda para aquelas pessoas que não tinham ocupação e isso no DESIGN denominamos como DESIGN SOCIAL e falando nessa palavra DESIGN, acredito que é a nova tendência do mercado, mas com o direcionamento para cada área de atuação, no qual envolve princípios básicos que o autor Bruno Munari define PROBLEMA=SOLUÇÃO e que existe todo um processo até essa solução.

Esse passo a passo do Bruno Munari fica para uma próxima reflexão sobre o Universo do Furoshiki x  Universo do Design.

Arigato

Ecofuroshiki Brasil.